8 de dez de 2015

Resenha: Aquarela Cotman, da Winsor & Newton.

Olá visitantes! Hoje temos minha primeira resenha no  blog. Aquarela é um material que tenho utilizado bastante, mas ainda estou aprendendo alguns  macetes. Recentemente comprei um estojo de aquarelas Cotman Winsor & Newton, linha estudantil. Essa marca custa muito caro no Brasil, como todos os materiais de arte. 
Vendi um quadro e já fui investir em material! 


Vamos ao produto. Comprei esse estojo numa loja chamada Plaisio. Essa é uma rede espalhada por todo o país, e vende eletrônicos e artigos de escritório. Em todos os  subsolos do Plaisio (que eu estive), tem também artigos de papelaria e material de arte, tudo bem mais barato que no Brasil. Por este estojo, por exemplo, paguei  22 euros. Algo em torno de R$ 90,00. Ainda assim eu acho bem caro para uma linha estudantil, mas no Brasil essa mesma aquarela custa quase R$200,00 mais o envio.  


Descrição:
Estojo de bolso  13,5 cm x 11cm;
12 meias pastilhas (cadmium yellow pale hue, cadmium yellow hue, cadmium red pale hue, alizarin crimson hue, ultramarine, cobalt blue hue, sap green, viridian hue, burnt umber, yellow ochre, burnt sienna e chinese white);
1 pincel de bolso de 11 cm;
1 recipiente para água;
 Espaço para misturar tintas;
Folheto com todas as cores da marca. 




A aquarela Cotman da Winsor &Newton, é uma marca bem requisitada  por aquarelistas. Se a linha esutdantil é boa, imaginem a profissional...
 Para quem tem dúvidas se deve investir nesse material, eu diria que vale a pena. Principalmente quando você já tem um domínio médio da aquarela. Mas para quem está começando & não tem muita grana, eu aconselharia a treinar com material mais em conta. As aquarelas da Pentel foram as minhas primeiras aquarelas de "tinham um nome", e eram boas. 
Digo isso porque quando eu estava na faculdade, existia uma pressão para que os alunos comprassem coisas caras, que não estavam no orçamento da maioria. Não se tratava de conselho, era uma imposição mesmo. Eu usava o que podia (de lojinha de R$1,99). Então esqueçam esse papo que só o material caríssimo produz algum resultado. 
É claro que não tem como comparar uma aquarela de boa qualidade, com uma de R$1,99, mas a última, vai te ajudar a aprender misturas, saturação e efeitos.

Agora vamos dar uma olhada nas tintas:  Esse estojo tem 14 pastilhas, um pincel, um pote para água, e alguns divisores para mistura. As tintas vem embaladas com o nome da cor e o código gravados, para o caso de você ter que saber o nome especifico, ou até pra repôr depois no estojo.  


Essas são as cores. Tem algumas que eu não conhecia o nome, como o carmin de alizarina (em espanhol) e o verde vejiga ( também chamado de verde sapo).  O amarelo ocre parece o mais pigmentado, como sempre o verde veridiano é um problema para mim, que não gosto de usar verdes puros. 


 Aqui são misturas de cores que eu fiz para ver como reagem. É nessa hora que vemos se uma aquarela é boa. Teve uma boa mistura de cores, embora preservando muito os tons. Depois de seco as cores não ficaram muito opacas, continuaram com vida. Eu não usei muita tinta nesses exercício. As cores são vivas.


Minha opinião: 

Achei que as cores são mais apagadas que as tintas da Pelikan, e bem mais vivas que as da Pébéo. Eu uso muito a Pelikan, para mim é a melhor aquarela - apesar do meu estojo não ser profissional.

A qualidade é ok, mas o preço que o brasileiro paga é absurdo. 

As cores são vivas, e bonitas.

As pastilhas não vem coladas nos recipientes. Elas caem toda hora – o meu estojo veio assim. 

Não veio aquarela preta. Nããão! Não sei se isso é caracteristicas das outras paletas, mas nessa o preto não vem. Tudo bem, afinal como diziam os pintores impressionistas, 'o preto não existe na natureza'.
E não existe mesmo. O jeito é fazer misturas até obter um tom bem escuro, ou usar aguada de nanquim.

Nesse estojo vem um ‘branco da china’, que é uma guache que você usa pra encobrir pequenas falhas da aquarela ou fazer efeitos. Na falta de branco da china, guache  branca também funciona.

Gostei da minha aquisição, e de ter feito economia. Agora estou aguardando a hora de usá-la realmente em um trabalho, e ver o que mais dá pra aprender com ela.


E é isso!  Abraço!
Rosali

UPDATE: A Gabriela Xavier do Cravina Ateliê deu uma dica importante nos comentários. Quem está começando também pode optar por comprar apenas as cores básicas de aquarela e com isso fazer misturas. As cores primárias são o azul, amarelo e vermelho. Com essas cores você faz as demais cores. Também se recomenda uma aquarela preta, e já o branco na aquarela... É o branco da própria folha!


8 comentários:

Lidiane Dutra disse...

Eu gosto bastante das aquarelas da Cotman, mas as que eu mais me adaptei foram as em pastilha da Koh-I-Noor, que são super baratas e tem uma qualidade incrível.
Essa pressão toda que vivemos na faculdade, a respeito do material caro, vejo que hoje em dia foi transportada para a internet, pois tem muita gente que nem ilustrador é e que recebe jabá das marcas e gera aquele fuzz todo entre os seguidores. As pessoas ficam se sentindo umas inúteis por não ter AQUELA caneta, AQUELE sketchbook... mudam os meios, mas a história é sempre a mesma.

Mateus Cena disse...

Adorei a resenha Rosali. Parabéns!

A postagem ficou ótima, tudo muito bem explicado.

Quanto às pastilhas soltas, existem fitas dupla-face baratas, bem finas e com pouca cola e podem ser sua solução. Elas não fixam para sempre como as fitas dupla-face da 3M. Em qualquer papelaria você encontra delas.

Quero ver mais resenhas assim viu, tá intimada. kkkk

Abraços!

Rosali Alves disse...

Lidiane, as da Koh I Noor eu não conheço, só conheço os lápis de cor da marca e umas minas sépias, que eu ainda não aprendi a usar. Bah, não estava sabendo que essa atitude de blogueiro de moda chegou na ilustração. Lamentável isso daí. Vou até procurar pra ver o que os jabazeiros falam, pra rir. Obrigada pela visita! Abraço!

Rosali Alves disse...

Mateus, obrigada! Essa é a primeira resenha que eu faço aqui. Era bom rolar uns tutoriais também. Gostei da tua idéia, vou tentar com a fita que eu tenho aqui. Pode deixar, farei mais resenhas em breve, kkk. Obrigada pela visita e por comentar! Abraço!1

Gabriela Xavier disse...

Na facul comecei as aulas de aquarela com as 3 cores básicas da w&n magenta,azul e amarelo.Com elas fazíamos todas as outras cores.Acho que o bom mesmo pra iniciante é comprar as 3 cores primárias e se virar nos 30 estudando círculo cromático,gradação de cores e etc.Só depois comprei pentel e tive uma variação de cores maior,mas o bom de ter começado com as 3 foi que aprendi bastante sobre mistura de cores.Gosto bastante da w&n,mas acho que vale mais em conta vc juntar uma grana e comprar na amazon americana q aqui no BR,lembro que comprei o estojo com 45 cores por 200 reais (na epoca o dolar tava 2 e pouco...) e nas lojas daqui esse estojo é quase 500.Mesmo com o dolar 3 e pouco,acho q ele sai mais barato que comprar aqui.Se tu tiver amigo na gringa pede pra ele mandar como gift que aí vc não é taxada pela alfândega :D
faz uma resenha dessa pelikano rosali,fiquei interessada!
bjoss

Rosali Alves disse...

Mas que baita idéia Gabi, só podia ser tu mesma, que é fera demais nas aquarelas! Depois eu vou fazer um update coma tua idéia. Espera um pouquinho só aí pra ver. Comprei um set novo desses Pelikan, vou fazer a resenha também. Bjs!

Mari Souza disse...

Adorei sua resenha! Acho que na loja que comprei essa aí estava mais barata. A minha com 12 cores custou 125 ou 135, não lembro bemm. Mas enfim, as tintas são boas e bem recomendadas.
Um xero!

Rosali Alves Colares disse...

Obrigada \mari, abraços! Bem vinda!